Política Natal

EDITORIAL: uma possível união de Carlos Eduardo e Álvaro Dias, não seria algo a se estranhar

Por Canal SPN

27/01/2024 às 12:21:40 - Atualizado h√°
Internet

O jogo pol√≠tico e suas nuances permite muitos acontecimentos, união, racha, mudança de partido, mudança de bandeira e tudo o quanto a democracia permita, não é novidade em cen√°rios pol√≠ticos quem foi aliado ser na atualidade um advers√°rio, ser contr√°rio a opção pol√≠tica não é ser inimigo, e nesse contexto, as figuras principais da sucessão em Natal, o atual prefeito Álvaro Dias, e o ex prefeito Carlos Eduardo, serão exemplos a serem apresentados nesse texto.

Carlos e Álvaro gozam de amizade pessoal e familiar a muitas décadas, os dois sempre foram além de aliados, amigos, dividiram viagens familiares juntos, confraternizaram entre s√≠ um na cozinha do outro e é de conhecimento de todos a fraternidade entre os dois.

Álvaro foi vice de Carlos na sua primeira campanha ao governo do estado, em um momento √≠mpar em sua vida p√ļblica, gozando de vitórias e de prest√≠gio pol√≠tico, perderam a eleição, mas continuaram juntos, tornando a se reencontrar, quando novamente Álvaro foi ser vice de Carlos, dessa vez, na reeleição a prefeitura de Natal, nessa empreitada os dois obtiveram √™xito e sa√≠ram maior do que entraram.

Carlos Eduardo dois anos após ser reeleito, decide passar o bastão para Álvaro Dias, seu vice prefeito, e se lança candidato ao governo do estado, com a certeza que Natal estava entregue nas boas mãos do seu amigo.

Por diversos motivos posteriores, a aliança entre ambos se desfez, Carlos entrou em uma campanha majorit√°ria ao senado sem o apoio do amigo, que inclusive foi o maior apoiador de seu rival, Rogério Marinho, mas sua força não foi suficiente para derrotar Carlos em sua cidade, em Natal Carlos venceu! e fincou ali território carlista, mostrando sua inquestion√°vel liderança na cidade dos Reis magos.

A impresa potiguar j√° cogita o reagrupamento dos dois, o que não seria de se admirar, uma vez que eles tem mais histórias que os una, do que os separe, seria uma redenção para Álvaro Dias se reaproximar do amigo, esse que lidera todas as pesquisas realizadas, faria seu sucessor e mandaria um recado ao p√ļblico, que é sim, grato a Carlos Eduardo pelas oportunidades que ele lhe deu, para Carlos também seria um divisor de √°guas, receber o apoio daquele que um dia teve o seu apoio, estariam os dois praticamente selando a vitória de ambos e fugindo de uma polarização pol√≠tica desnecess√°ria para Natal e para o RN.

Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Canal SPN

© 2024 Canal SPN - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Canal SPN